camões – sonetos – xlix…

já é tempo, já, que minha confiança
se desça duma falsa opinião;
mas Amor não se rege por razão,
não posso perder, logo, a esperança.

a vida sim, que uma áspera mudança
não deixa viver tanto um coração.
e eu só na morte tenho a salvação?
sim, mas quem a deseja não a alcança.

forçado é logo que eu espere e viva.
ah dura lei de Amor, que não consente
quietação num’alma que é cativa!

se hei-de viver, enfim, forçadamente,
para que quero a glória fugitiva
duma esperança vã que me atormente?

(Luis de Camões)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s