carta…

aqui, tudo é bonito e quieto, a gente
vai vivendo uma vida sempre igual…
– há um dia que o regato de cristal
de águas turvas ficou devido à enchente…

os dias têm passado, lentamente,
e um tédio sinto em mim, de um modo tal,
que às vezes, fico até sentimental,
lembrando-me de ti, saudosamente…

quando estavas aqui, – tudo era lindo…
como um doce casal de beija-flores,
vivíamos os dois sempre sorrindo…

por que não voltas?… vem!… – se tu voltares
o céu há de cobrir-se de outras cores…
– as flores voltarão pelos pomares!..

(J.G.de Araújo Jorge)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s