meu destino e eu

Não sou areia
Lya Luft

Não sou areia
onde se desenha um par de asas
ou grades diante de uma janela.
não sou apenas a pedra que rola
nas marés do mundo,
em cada praia renascendo outra.
Sou a orelha encostada na concha
da vida, sou construção e desmoronamento,
servo e senhor, e sou
mistério.

A quatro mãos escrevemos o roteiro
para o palco de meu tempo:
o meu destino e eu.
Nem sempre estamos afinados,
nem sempre nos levamos
a sério.

Uma opinião sobre “meu destino e eu

  1. Vim parar, por força intangível do acaso, aqui! As melhores coisas na minha vida aconteceram-me por um acaso; sem precipitações, simplesmente, o acaso apanha-me desprevenida; no entanto, nem sempre estou à altura para recebê-lo. Mas, sempre me deixo levar por tudo o que o acaso me coloca à frente dos olhos com intensidade e valor(sou na verdade uma influenciável). Acho que tenho tido um caso com o acaso. Este caso faz, na realidade, parte do meu destino e eu!
    Parabéns pelo Blog, hoje veio acrescentar algo de positivo ao meu tempo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s