procuro alguém com quem dividir a vida…

Eterna procura
Anita Ferreira de Maria

Procuro alguém com quem dividir a vida.
A alegria a dois é mais alegria,
E a dor é menos dor.
Alguém que assista minha peça teatral,
Carregada de absurdos
De minha absurda pessoa.
Alguém que me tire a sensação
De águas despencando
De um trem correndo
E minha inquietação espiritual,
Alguém que encontre beleza
Na chama de um fósforo,
Poesia num grão de areia,
Num ventre gerando um ser.
Alguém que faça um poema
Ouvindo o meu silêncio,
Enxugando minhas lágrimas,
Beijando o meu beijo de amor.
Procuro alguém
Que me deixe brincar de fazer versos,
Brincar com idéias e palavras,
Como as crianças,
Que, brincando dizem o que sabem,
E fazem brincando o que não sabem.

Anúncios

a ânfora de sonhos que o destino me ofertou…

Ânfora de sonhos
Anita Ferreira de Maria

Eu tenho as mãos vazias.
Vazias não.
Eu tenho em minhas mãos
A ânfora de sonhos que o destino me ofertou,
E vou derramando pelos caminhos da vida,
Um pouco de mim mesma,
Um pouco de minh’alma sonhadora,
Nestes meus versos humildes,
Que são as rosas defolhadas
Do meu coração.