Tonight I have to make sure I’m looking hot ‘cos we’re going to our favourite spot till the morning we’re gonna rock…

All I See
Kylie Minogue

Weekend has arrived,
Everybody’s trying to find
Something to get into
My friends wanna go out
But I can’t cancel my plans
I got a date with my baby
He’s taking me out
So I gotta catch up with you
Some other day
Gotta go can’t make him wait

Tonight I have to make sure I’m looking hot
‘Cos we’re going to our favourite spot
Till the morning we’re gonna rock
Boy you knock me out, yeah

My baby
Doesn’t matter what’s going on
Or who’s around us
All I see is you
Right now they’re playing our song
Dance floor is ours
All I see is you
The DJ’s got me feelin’ like
I did when I first met you
And there’s nothing that can’t break us apart in two
‘Cos all I see is you

I get lost in time
When I’m lookin’ in your eyes
And we’re body to body
I don’t want you to rush
‘Cos you’re feeling like heaven to me
Follow the rhythm
And keep it real close
In the dark everything goes
Nothing better than your touch, don’t stop
Baby ‘cause we’ve just begun

Tonight I have to make sure I’m looking hot
‘cause we’re going to our favourite spot
Till the morning we’re gonna rock
Boy you knock me out, yeah

My baby
Doesn’t matter what’s going on
Or who’s around us
All I see is you
Right now they’re playing our song
Dance floor is ours
All I see is you
The DJ’s got me feelin’ like
I did when I first met you
And there’s nothing that can’t break us apart in two
‘Cos all I see is you

Oh oh oh
Please don’t let me go oh oh
My love for you is growing
More and more and more
As we move across the floor
‘Cos all I see is you
‘Cos all I see is you
DJ spin my record again

My baby
Doesn’t matter what’s going on
Or who’s around us
All I see is you
Right now they’re playing our song
Dance floor is ours
All I see is you
The DJ’s got me feelin’ like
I did when I first met you
And there’s nothing that can’t break us apart in two
‘Cos all I see is you

My baby
Doesn’t matter what’s going on
Or who’s around us
All I see is you
Right now they’re playing our song
Dance floor is ours
All I see is you
The DJ’s got me feelin’ like
I did when I first met you
And there’s nothing that can’t break us apart in two
‘Cos all I see is you

Anúncios

Tu não vês o jogo perdendo-se como as palavras de uma canção.

Fio
Cecília Meireles

No fio da respiração,
rola a minha vida monótona,
rola o peso do meu coração.

Tu não vês o jogo perdendo-se
como as palavras de uma canção.

Passas longe, entre nuvens rápidas,
com tantas estrelas na mão…

— Para que serve o fio trêmulo
em que rola o meu coração?

A vida…

Não morres satisfeito.
A vida te viveu
sem que vivesses nela.
E não te convenceu
nem deu motivo
para haver o ser vivo.

A vida te venceu
em luta desigual.
Era todo o passado
presente presidente
na polpa do futuro
acuando-te no beco.
Se morres derrotado,
não morres conformado.

Nem morres informado
dos termos da sentença
de tua morte, lida
antes de redigida.
Deram-te um defensor
cego surdo estrangeiro
que ora metia medo
ora extorquia amor.

Nem sabes se és culpado
de não ter culpa. Sabes
que morres todo o tempo
no ensaiar errado
que vai a cada instante
desensinando a morte
quanto mais a soletras,
sem que nascido, mores
onde, vivendo, morres.

Não morres satisfeito
de trocar tua morte
por outra mais (?) perfeita.
Não aceitas teu fim
como aceitaste os muitos
fins em volta de ti.

Testemunhaste a morte
no privilégio de ouro
de a sentires em vida
através de um aquário.
Eras tu que morrias
nesse, naquela; e vias
teu ser evaporado
fugir à percepção.
Estranho vivo, ausente
na suposta consciência
de imperador cativo.

Foste morrendo só
como sobremorrente
no lodoso telhado
(era prêmio, castigo?)
de onde a vista captava
o que era abraço e não
durava ou se perdia
em guerra de extermínio,
horror de lado a lado.

E tudo foi a caça
veloz fugindo ao tiro
e o tiro se perdendo
em outra caça ou planta
ou barro, arame, gruta.
E a procura do tiro
e do atirador
(nem sequer tinha mãos),
a procura, a procura
da razão da procura.

Não morres satisfeito,
morres desinformado.

Carlos Drummond de Andrade

Seremos alegres e estaremos sempre a cantar…

Eu voltarei
Cora Coralina

Meu companheiro de vida será um homem corajoso de trabalho,
servidor do próximo,
honesto e simples, de pensamentos limpos.

Seremos padeiros e teremos padarias.
Muitos filhos à nossa volta.
Cada nascer de um filho
será marcado com o plantio de uma árvore simbólica.
A árvore de Paulo, a árvore de Manoel,
a árvore de Ruth, a árvore de Roseta.

Seremos alegres e estaremos sempre a cantar.
Nossas panificadoras terão feixes de trigo enfeitando suas portas,
teremos uma fazenda e um Horto Florestal.
Plantaremos o mogno, o jacarandá,
o pau-ferro, o pau-brasil, a aroeira, o cedro.
Plantarei árvores para as gerações futuras.

Meus filhos plantarão o trigo e o milho, e serão padeiros.
Terão moinhos e serrarias e panificadoras.
Deixarei no mundo uma vasta descendência de homens
e mulheres, ligados profundamente
ao trabalho e à terra que os ensinarei a amar.

E eu morrerei tranqüilamente dentro de um campo de trigo ou
milharal, ouvindo ao longe o cântico alegre dos ceifeiros.
Eu voltarei…
A pedra do meu túmulo
será enfeitada de espigas de trigo
e cereais quebrados
minha oferta póstuma às formigas
que têm suas casinhas subterra
e aos pássaros cantores
que têm seus ninhos nas altas e floridas
frondes.

Eu voltarei…

“Um amigo verdadeiro é alguém que pensa que você é um ovo bom mesmo que saiba que você é ligeiramente rachado.”
(Bernard Meltzer)

“crônica de uma Vida de Mulher”

“E mais uma vez saltou da cama, arrastou-se pelo quarto ao lado ate diante da porta da sra. Nebling; ouviu, bateu, tudo ficou em silêncio. Ela voltou a se recuperar. Mas o que ela estava querendo da sra. Nebling? Não precisava dela. Não precisa de ninguém. Queria era estar sozinha, continuar sozinha, conforme havia estado o tempo inteiro. (…) Não, nada de ajuda, não. Ela queria sucumbir. Era melhor que sucumbisse de uma vez por todas… Ela e a criança, e com a criança o mundo inteiro.”

trecho do livro “Crônica de uma Vida de Mulher”, de Arthur Schnitzier.