para que beijar?

É tão doce sonhar…A vida nesta terra, vale, apenas
Pelo sonho que encerra..
Sua íris ardia verdoenga…com o sinistro olhar de uma pantera..
Pareciam duas bocas de treva… tive medo..tinha a sensação
De estar num abismo…Para que beijar?
Para ver tristonho no tédio do meu lábio o vácuo do meu sonho…
A história desse olhar é toda a minha história…

Menotti del’Picchia