“Blink”

O rosto nu.

… “o rosto é uma fonte imensamente rica de informações a respeito de emoções. Na verdade ele faz uma afirmação ainda mais ousada – vital para a compreensão de como funciona a leitura de mentes – que as informações em nosso rosto não constituem apenas um sinal do que está acontecendo em nossa mente. Em certo sentido, elas são o que está acontecendo em nossa mente.”

Quando menos é mais.

… “duas lições importantes. A primeira é o fato de que a tomada de decisões realmente bem-sucedida depende de um equilíbrio entre o pensamento deliberado e o instintivo… a segunda lição é o fato de que na tomada de decisões acertadas, a frugalidade é importante. Caso você tiver opções demais, e for forçado a considerar muito mais do que prefere seu inconsciente, você fica paralisado. Julgamentos instantâneos podem ser feitos num instante porque são frugais e, se quisermos protegê-los, devemos tomar providências para preservar essa frugalidade.”

A vida secreta das decisões instantâneas.

… “nosso mundo requer que as decisões tenham origem e sejam anotadas e, se dissermos como nos sentimos, também devemos estar preparados para explicar por que nos sentimos dessa maneira. E os julgamentos instantâneos são, em primeiro lugar, extremamente rápidos: eles se baseiam nas fatias finas de experiência. Mas também são inconscientes.”

Malcolm Gladwell in Blink

in A decisão num piscar de olhos

Anúncios