Faz de conta que hoje é logo…

Faz de Conta
Mário Lago

Faz de conta que não houve aquele adeus,
Faz de conta que foi ontem que eu saí
Dizendo que voltava logo, logo,
Faz de conta que hoje é logo
E por isso estou aqui.

Faz de conta que nós nunca nos dissemos
Aquelas palavras tão rudes e más.
Faz de conta que não houve
Tantos anos separados,
E eu apenas me atrasei um pouco mais.

Anúncios

“a medida do amor”

“A medida do amor
é amar sem medida.”
(Santo Agostinho)

“Gosto e preciso de ti,
mas quero logo explicar,
não gosto porque preciso.
Preciso sim, por gostar.”
(Mário Lago)

“E de te amar assim, muito a amiúde,
é que um dia de repente hei de morrer
de amar mais do que pude.”
(Vinicius de Morais)

“Tão bom morrer de amor…
e continuar vivendo.”
(Mário Quintana)

“Por ser exato,
o amor não cabe em si,
Por ser encantado,
o amor revela-se,
Por ser amor,
invade e fim.”
(Djavan)